quinta-feira, 7 de maio de 2009

A máscara



Fora de época,

serpentinei,

pois sopradas

as cinzas

de quarta,

não

a

tirei.

2 comentários:

bolívar disse...

aí, to esperando alguma coisa na marcha da maconha o.O

raquel disse...

Muito bom. Gosto da precisão e da aspereza destes versos.mas tem neles uma delicadeza que tambem me encanta.Acho que esse poeta ta se achando...sempre que se perde.

Seguidores